sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Desejo X ou & Relacionamento

Oscar Wilde já dizia: "Um homem pode viver feliz com qualquer mulher, desde que não a ame."

Isso soaria bem agressivo, não fosse pelo fato de que, já perto dos trinta, passa a ser uma verdade completamente possível.

Se você já experimentou as diferenças entre dividir sua vida ou mesmo seu apartamento com uma amiga ou com um namorado ou marido, você irá concordar, pelo menos em parte, com o que eu digo.

É muito mais fácil administrar um relacionamento sem desejo que um em que esse componente esteja envolvido. É muito mais simples lidar com a amizade que com o amante.

A amizade não cobra beleza e disposição, não divide seus momentos mais íntimos, não confunde você com parte dela mesma.

O amor cobra desejo, invade sua vida, exige partilha e sacrifício, mistura o seu e o dele em um emaranhado que inevitavelmente irá danificar a ambos ao separar os laços e os nós.

Então por que amar com desejo? Por que escolher o complicado à opção de uma vida tranquila e feliz?

Precisa mesmo dizer?
Por que feliz ou infelizmente é no complexo e difícil enlace do desejo e do amor que nos sentimos brevemente completos e entorpecidamente extasiados.

Boa sorte com a escolha, só não diga que não foi avisado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário